Serviços online e o consumidor

Seja na realização de um serviço online ou na compra de um bem, existem sempre três categorias:

  1. Quem pretende realizar o serviço;
  2. Quem disponiliza o serviço;
  3. E a tecnologia que medeia os interlocutores.

Podemos dizer que cada parte cumpre 33% do processo.

Esta trilogia ou tríade é fundamental para se conseguir realizar estes processos online, no entanto este pressuposto de existência de mais do que um interlocutor ou do que dois processos estiveram sempre presentes na nossa vida, antes da era Internet (do serviço assistido ou mediado por tecnologia) também eram necessários três eixos, mantinha-se o perfil do consumidor e do prestador de serviço, embora a tecnologia fosse substituída por documentação em papel ou através da deslocação fisica do requerente.

Aproveito esta a ocasião para partilhar algumas informações úteis para consumidores online, quais as modalidades, os cuidados a ter e os contactos necessários para os procedimentos a ter em conta caso alguma coisa corra menos bem com as nossas transações online.

Basicamente, a informação que deixo aqui representa 33% do serviço completo, outros 33% são da responsabilidade do prestador do serviço e os restantes 33% da plataforma tecnológica. Esta lógica mantêm-se seja qual for o consumidor ou o tipo de consumo.

Aliás, esta partilha de responsabilidades é transversal a vários eixos, ora vejamos, se por exemplo nos referirmos a um trabalho de investigação temos a seguinte distribuição:

investigacao

Se esse trabalho de investigação se referir sobre a profissão Relações Públicas, teremos a seguinte contextualização:

rp

O próprio contexto da produção de conteúdo no âmbito das Relações Públicas tem a seguinte configuração na aproximação da realidade entre os interlocutores:

enc_decode

Podemos transpor este sistema tripartido para o aluno, por exemplo, que articula com os pais por um lado e com os professores por outro, para um escritor, que partilha o conteúdo com o leitor, ou quando se faz um inquérito, em que é preciso ouvir para depois observar melhor o que foi dito, enfim, o sistema dá para correlacionar com milhares de funções.

Na vida, tudo tem o seu peso parcial, até na criação deste post, houve alguém que o estruturou, está alguém a ler, mas sem a plataforma tecnológica não seria viável esta partilha ou a sua existência.

As dicas que são aqui fornecidas, são então apenas 33% do caminho para a realização do serviço, pois é necessário os outros 66% para que se finalize o processo, que se repartem da seguinte forma: 33% para o interlocutor com a necessidade da realização do procedimento e os outros 33% pertencem à tecnologia que nos pemite interagir à distância.

Até ao momento, na área de projetos está disponível informação sobre os seguintes serviços online:

Francisco Paulo, o vosso PR online buddy.

 

Advertisements

Comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s