media e tecnologia, a mudança positiva

#seguir/visitar os links para acompanhar a narrativa#

Os serviços que se realizam online permitem “ganhar” tempo precioso, como por exemplo  alterar a morada no CC sem pagar, marcar uma consulta de saúde sem telefonar para agendar durante o horário de expediente.

Existem outros serviços online e este blog nasceu também para proporcionar know-how que permita a realização dos mesmos através da Internet, no entanto, publicaremos esse tema ao longo do tempo, desta vez vamos abordar serviços e processos que se podem realizar com recurso à tecnologia e que também podem ajudar o comprador/cliente/consumidor/cidadão, como?

Bem, com a ajuda da tecnologia, hoje, podemos estar numa loja às compras e pegar no smartphone, consultar os preços da concorrência e se for mais baixo mostrar o ecrã com os números ao vendedor!

Como acham que reagirá o interessado em vender o produto ou serviço? Quando ao mesmo tempo, mas em outro local, existe um produto semelhante com condições mais vantajosas? Será que baixa o preço ou mantém?  Querem experimentar e dar feedback?

smartphone

Imagem – 71% dos compradores que procuram informações com smartphone referem que a plataforma tornou-se mais importante em contexto dentro da loja.

A tecnologia permite-nos hoje em dia fazer coisas que não era possível fazer no passado, comprar à distância, comparar preços, mas também registar o momento social, politico ou económico.

Se a tecnologia nos ajuda nas escolhas que fazemos, permite-nos ainda apercebermo-nos  que a nossa sociedade corre a um ritmo nunca antes registado. Já experimentaram olhar à volta, para o consumo global? Para o registo em tempo real dos acontecimentos? Dêem um espreitadela a estes números [é uma composição de algoritmos e estatísitcas], sobre o ambiente (planeta terra) , sabemos  estimar a quantidade de comida que é desperdiçada em todo o mundo, calcular a energia e ao clima, os químicos e à saúde, sobre o trabalho infantil e escravidão, ou se quisermos saber algumas estatísticas sobre a Internet, podemos contabilizar o número de pesquisas no google por segundo, o número de tweets, chamadas Skype por segundo, vídeos no youtube por segundo, smartphones vendidos por dia, ou se quisermos saber algo sobre um país, se quisermos saber estatísticas de utilizadores online, e-mails enviados, conseguimos ver o número total de sites que existem no mundo, etc….

Conseguem perceber o quão insignificantes somos a nível estatístico comparado a população mundial? Ou este post comparado com a diversidade que existe no mundo inteiro? Ou a quantidade total de pesquisas no google por segundo em relação às nossas pesquisas anuais?

Bem…ao nível da proporção, “somos uma gota no oceano” mas ao nível da qualidade de participação podemos fazer a diferença (temos milhões de públicos com a tecnologia na mão, pois com estas ferramentas chegamos a todos em todo o lado, também somos produtores de conteúdos, pelo menos temos todos os meios ao nosso dispor para o fazer.

Hoje em dia, a maioria das pessoas está online e a tendência é a percentagem aumentar, as novas gerações até vão ter dificuldades em compreender como é que foi possível viver sem estas facilites proporcionadas pela conjugação de hardware, sistema operativo e software.

A nossa construção social está-se a alterar profundamente, hoje em dia os social media substituem as tertúlias, os grupos de discussão, as grandes manifestações, e outras ações coletivas que antes só se podiam realizar no modo presencial.

As grandes marcas usam as redes sociais para criarem novas formas de comunicação com os seus clientes, os politicos usam a tecnologia para comunicar com o público, os grandes eventos são publicitados online, as organizações não governamentais – ONG’s – usam os media para fazer chegar a sua mensagem a mais pessoas e a lista total de usos dos social media neste contexto poderia ser exautiva.

A tecnologia permite-nos comunicar com todos, ou quase todos e saber o que os outros publicam, temos acesso online a várias novas construções sociais e podemo-nos tornar parte integrante, basta participar (por comentar, partilhar, gostar ou identificar) .

Se noutros tempos precisávamos das estruturas físicas para consolidar as alterações na sociedade (durante quanto tempo o povo português não se revia no governo ou na estrutura do estado novo e nada foi alterado?), para reunir e votar as alterações.

Hoje, podemos ser nós a mudar o rumo dos acontecimentos, mas para isso é preciso ser membro ativo, com atitude individual, mas funcionando sempre numa lógica colectiva, porque as ferramentas atuais aproximaram as pessoas de vários níveis e quadrantes (o vendedor do cliente, o politico do cidadão, etc…) não dando muitas hipóteses ao utilizador egocêntrico, que só pensa em si na sua ascenção social, é cada vez mais o colectivo que conta, porque sabendo usar os meios ao nosso dispor, somos todos iguais, vale pelo sentimento de grupo e união.

Temos o exemplo do Twitter, que, por não permitir um número suficiente de caracteres para explicar uma história exaustiva, funciona perfeitamente neste novo modelo, sendo iniciado por alguém, com uma frase ou uma ideia expresa em poucas palavras, imagens ou videos: se chamar a atenção pode-se tornar um caso sério de sucesso e passar esse sentimento de partilha à quantidade enorme de utilizadores que não têm histórico de relacionamento anterior e porventura, nunca mais se vão cruzar nos ideiais, no entanto, se o tweet for pertinente, teremos o apoio e contribuição de todos aqueles que se identificam com a nossa construção inicial e contribuem, frame a frame para uma nova construção social.

Só temos que aproveitar estes novos tempos para ajudar a fazer as tais mudanças que sempre achámos que eram necessárias, mas que, não eramos suficientemente importantes para as iniciar, hoje, não podemos dizer isso, a mudança está ao nosso alcance…para tal, basta criar e clicar no botão enviar.

Video and Film

#Partilha as tuas ideias. #Ajuda na construção social do nosso futuro.

Francisco Paulo

Advertisements

Comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s